2005/05/31

Perspectiva miserabilista

Vale mais pouco mas bom.

3 Comments:

At 9:57 da manhã, Anonymous Anónimo said...

'bora ganhar força e arrancar de uma vez. até porque as considerações prévias são auspiciosas...
mariana

 
At 3:54 da tarde, Anonymous elas said...

Ela:
Porra, que corrente de ar.
A outra:
Grande espirro.
Ela:
Mas nao deve ter sido por entrar aqui.
A outra:
Nao, aqui nao ha correntes de ar.
Ela:
E isto do pouco mas bom?
A outra:
Vago.
Ela:
Pouco mas bom vale mais do que o que? Muito mas mau? Muito mas sofrivel? Muito mas de outro?
A outra:
Se calhar nao e por ai. Se calhar o que tem de se trocar nao e o pouco pelo muito.
Ela:
Seja o que for. Teriamos de saber qual o objecto em comparaçao.
A outra:
Se calhar nao e objecto.
Ela:
Maneira de dizer.
A outra:
Se nao e objecto, e o que?
Ela:
Para ja uma grande confusao, assim sem acentos.
A outra:
Nem assentos.
Ela:
De pe damos mais nas vistas.
A outra:
Mas as varizes...
Ela:
Isso ainda demora uns anos.
A outra:
Entao? Se nao e objecto o que e?
Ela:
Isso teria de ser ele a dizer.
A outra:
Perguntamos-lhe?

(silencio)

Ela:
Nao... vamos vendo no que da.

 
At 3:11 da tarde, Blogger (in)confessada said...

adorei a descrição da cor dos olhos no "surdez" - reconhecia-a :)
bjo confesso...

 

Enviar um comentário

<< Home