2007/02/28

Viva a língua portuguesa!

Recebi por correio electrónico a preciosidade abaixo. Nunca a vi por outros blogues, embora me pareça tema que dá pano para mangas, bolsos e várias dobras nas calças, daquelas muito na moda. Então cá vai:

Linguagem do norte.

Circular Interna (verídica) de uma multinacional americana em
Portugal (no Porto), contra a linguagem dos trabalhadores do Norte.


"It has been brought to our attention by several officials visiting
our corporate Headquarters that offensive language is commonly used
by our Portuguese-speaking staff. Such behavior, in addition to
violating our Policy, is highly unprofessional and offensive to
both visitors and colleagues. In order to avoid such situations
please note that all Staff is kindly requested to IMMEDIATELY
adhere to the following rules:

1) Words like merda, caralho, foda-se, porra or puta-que-o-pariu
and other such expressions will not be used for emphasis, no matter
how heated the discussion.

2) You will not say cagada when someone makes a mistake, or
ganda-merda if you see somebody either being reprimanded or making
a mistake, or que-grande-cagada when a major mistake has been made.
All forms derivate from the verb cagar are inappropriate in our
environment.

3) No project manager, section head, or executive, under no
circumstances, will be referred to as filho-da-puta, cabrão,
ó-grande-come-merda, or vaca-gorda-da-puta-que-a-pariu.

4) Lack of determination will not be referred to as
falta-de-colhões or coisa-de-maricas and neither will persons who
lack initiative as picha-mole, corno, or mariconso.

5) Unusual or creative ideas from your superiors are not to be
referred to as punheta-mental.

6) Do not say esse-cabrão-enche-a-porra-do-juízo if a person is
persistent. When a task is heavy to achieve remember that you must
not say é uma-foda. In a similar way, do not use
esse-gajo-está-fodido if colleague is going through a difficult
situation. Furthermore, you must not say que-putedo when matters
become complicated.

7) When asking someone to leave you alone, you must not say
vai-à-merda. Do not ever substitute "May I help you" with
que-porra-é-que-tu-queres?? When things get tough, an acceptable
statement such as "we are going through a difficult time" should be
used, rather than isto-está-tudo-fodido.

8) No salary increase shall ever be referred to as
aumento-dum-cabrão.

9) Last but not least after reading this memo please do not say
mete-o-no-cu. Just keep it clean and dispose of it properly. We
hope you will keep these directions in mind.


Algumas considerações sobre o assunto, dentre as muitas que se podem discorrer (correr):

1. Não me parece linguagem do Norte, cabrão é um palavrão que mete respeito e dá direito a tiros de caçadeira, dir-se-ia antes "filha-da-puta-de-aumento";

2. O gajo que escreveu isto é com certeza um coninhas de um português armado em lambe-botas, e já estou a ser generoso, do chefe ou da chefa americano/a, e neste último caso não parece que a língua chegue mesmo mais acima;

3. Coitado do section head que não diga caralhadas; a bem dizer, ou os filmes americanos, já de si contidos, são uma farsa completa, ou até o presidente manda caralhadas a torto e a direito; aliás, recordo-me agora de um que tinha uma subordinada muito empenhada na arte de bem polir as botas; como bem sabemos, a bota é redonda e a bota de Berlim é bem boa;

4. Concordo que "punheta-mental" é uma expressão a evitar; há que elevar o nível; além de que não é directamente aplicável a chefas, para estas seria algo como "dedeta-mental"; não sendo especialista em inglês, proporia o uso de uma expressão muito mais erudita e equalitária: "mind orgasm"!

5. Esqueceram-se da rainha das expressões, a tal que classifica sem sombra para dúvidas todas aquelas situações em que o chefe nos obriga a trabalhar à noite e ao fim-de-semana para terminar um trabalho extremamente urgente que, depois de entregue, acaba por ficar na gaveta: "foda-mal-dada"!

10 Comments:

At 11:53 da manhã, Blogger Luna said...

Isto nem parece teu!!!

Deixar um titulo incompleto

"Viva a lingua portuguesa Cara....
...go!!!"

Beijo

 
At 12:28 da tarde, Blogger robina said...

Que filho da puta de post :-))))

(Estava mesmo a precisar de um post onde pudesse dizer umas caralhadas:-))))

 
At 12:36 da tarde, Blogger Ness Xpress said...

Linda Luna, a língua das portuguesas é bela em todo o país ;)

Olá Robina, bem me parecia que tens a panela de pressão a apitar. Deves ter partido uma unha :DDDD

 
At 2:46 da tarde, Blogger robina said...

É a chaleira, daqui a nada vou servir uns bolinhos e já estou a fazer o chá :-)))

Uso-as pequenas de forma que...:-))))

 
At 2:49 da tarde, Blogger Toze said...

Que cromos do caralho !

Foda-se...

LOOOOOOOOOOOOOL

PS- (esta Robina é mesmo malcriada...)

 
At 3:32 da tarde, Blogger marta said...

Isto por aqui começa a estar pior do que o filho da puta do Bosque da Robina.
F...se! deu-te também para nos matares a rir?

 
At 3:46 da tarde, Blogger Ness Xpress said...

Rob, já lá vou!

Tozé, vai-se a ver e a chefa ainda é ela :D

Marta, afinal está tudo ligado, todas as mulheres apreciam umas boas anedotas :-)

 
At 4:20 da tarde, Blogger robina said...

Marta,
Fazes o favor de não chamar filho da puta ao meu bosque? Ai o caralho, já!


(Agora ainda estava a precisar mais de desopilar)

 
At 4:32 da tarde, Blogger Ness Xpress said...

Desopila p'aí à vontade, que eu fico bem com os de Amarante! :D

 
At 5:20 da tarde, Blogger robina said...

Agora que já estou mais desopilada, venho completar o meu raciocínio de há pouco...
Para mim a rainha das expressões é "empata-fodas" :-))))

 

Enviar um comentário

<< Home