2005/07/07

Palavras ao vento

Cada um terá a sua definição para o amor. E depois há a paixão, e cada um a definirá de forma diferente. Será a paixão aquilo que sustenta o amor? Ou será apenas o amor por aquilo que pensamos que o outro é, enquanto temos a ilusão de que finalmente nos encontramos noutra pessoa?

É fácil jogar este enredo de palavras. Difícil é entender que a química existe mas é demasiado instável, ao sabor de nós, dos outros, do sol, do vento, da chuva e de muitos outros milhares de pequenos nadas.

Segredos ninguém os terá, a vida apenas acontece a cada segundo. Aprender a aceitá-la talvez seja uma virtude, assim como saber mudar-lhe o rumo se a caminhada se tornar insuportável.

E Lavoisier continua a ter razão, ao fim destes anos todos: "Nada se cria, nada se perde, tudo se transforma". So simple!

4 Comments:

At 11:32 da tarde, Blogger (in)confessada said...

"Será a paixão aquilo que sustenta o amor?"

n concordo...
na minha opinião é possível amor sem paixão e paixão sem amor - podem subsistir separados.

sentir ambos pela mm pessoa, isso sim é mágico!


bjo confesso...

 
At 9:19 da manhã, Blogger Ness Xpress said...

Será, provavelmente, o euromilhões, minha cara, falando em termos de probabilidade estatística de acontecer!

 
At 11:48 da tarde, Blogger (in)confessada said...

agora sim... concordo 100%


bjo confesso...

 
At 2:16 da manhã, Blogger Barbara said...

"Aprender a aceitá-la talvez seja uma virtude, assim como saber mudar-lhe o rumo se a caminhada se tornar insuportável."

Nessa caminhada insuportavel, por vezes acontecem coisas magnificas, por isso enquanto nao lhe soubermos mudar o rumo...toca a viver essas ditas "magnificas"!!!

Gostei e prometo voltar...

Bjo

 

Enviar um comentário

<< Home